"Casa Bruno de Menezes": novo espaço no Palacete Pinho abrigará obras do escritor símbolo do modernismo paraense
27/06/2024 18:10 em Atualidades

Reunião com gestores da Semec trata sobre a criação da Casa Bruno de Menezes (Joyce Ferreira/ Agência Belém)

A Casa Bruno de Menezes, que homenageia o escritor paraense símbolo do modernismo paraense, será inaugurada no dia 22 de agosto deste ano, Dia Nacional do Folclore. Além de exaltar a figura de um dos maiores escritores do Pará, o espaço visa valorizar o Movimento Modernista brasileiro, que teve como marco inicial a Semana de Arte Moderna, em fevereiro de 1922.

A notícia foi garantida na manhã desta quinta-feira, 27, pelo prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, que esteve reunido no gabinete municipal com a titular da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Araceli Lemos, acompanhada da gestão do Núcleo de Arte, Cultura e Educação (Nace), vinculado à Semec, que será a responsável pela administração da Casa Bruno de Menezes.

No espaço, que deverá funcionar em um prédio anexo ao Palacete Pinho - que passou por reforma recentemente e deve passa a abrigar também a Escola Municipal de Artes de Belém -, ficará parte do acervo da obra de Bruno de Menezes, doado pela família do escritor à Prefeitura de Belém, assim como outras personalidades paraenses do movimento modernista.

O professor universitário e pesquisador da obra de Bruno de Menezes e do Modernismo no Pará, Paulo Nunes, foi anunciado pelo prefeito Edmilson como curador do espaço. “Belém, por ser uma grande referência do Modernismo brasileiro ainda não tinha nenhum espaço para guardar essa memória. E diante da iniciativa da família de Bruno de Menezes dando parte de sua obra, naturalmente a Prefeitura de Belém resolveu homenagear o escritor, que foi o capitão de longo curso do nosso modernismo”, detalhou Paulo Nunes.

Texto: Fabricio Lopes, via Agência Belém
COMENTÁRIOS