Mestre Vieira já está em casa. Campanha de doação de sangue continua
10/01/2018 - 15h10 em Música

Uma exitosa campanha de doação de sangue para ajudar o músico Mestre Vieira, um dos precursores da guitarrada paraense, tomou conta das redes sociais nos últimos dias. o artista conseguiu receber a quantidade de sangue necessária e recebeu alta da unidade hospitalar onde estava, em Barcarena. Mestre Vieira estava com quadro de anemia aguda e agora segue sendo tratado em casa após a saída do hospital.

Mesmo com o objetivo alcançado, a campanha para doação de sangue continua. Contribuir para a melhoria do estoque de sangue e aumentar o número de doadores no Estado é muito importante. Para quem estiver em Belém ou Abaetetuba e quiser doar sangue para o músico paraense, basta encaminhar-se ao Hemopa mais próximo e dar o nome de Joaquim de Lima Vieira

Quem pode doar sangue: Candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos; peso acima de 50 kg. É necessário apresentar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. 

Mestre Vieira

Joaquim de Lima Vieira, o Mestre Vieira, natural de Barcarena, precursor da guitarrrada, nasceu em 29/10 de 1934,  Em 2008 recebeu do Ministério da Cultura a medalha de Ordem ao Mérito Cultural pelo seu relevante serviço prestado à cultura brasileira.

A guitarrada tem como marco o lançamento do disco “Lambadas das Quebradas” (1978). A inovação do disco foi apresentar temas instrumentais para guitarra, sempre valorizando os ritmos amazônicos e caribenhos. Mestre Vieira, tem seu trabalho fortemente influenciado pelo choro e revelou-se virtuose ainda criança. Depois de ter tocado bandolim, banjo, cavaquinho, violão e instrumentos de sopro, ele só teve contato com a guitarra elétrica na década de 70.

*com informações do Diário do Pará

Foto: divulgação

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!