Sentinelas no Norte agita a cena cultural paraense

SOBRE O EVENTO

Início: 04/05/2018 22:00h
Fim: 04/05/2018 0:00h

Na próxima sexta, 04 de maio, o Show Sentinelas do Norte continua sua agenda pela capital paraense, desta vez volta à Casa do Gilson, às 22 horas. A homenagem aos nossos astros pioneiros da música paraense no Brasil, Ary e Vavá, e seus sucessos inesquecíveis voltam a público, interpretadas por uma reunião inédita de músicos de primeira grandeza da nossa cena sonora, protagonizada pelos artistas Allan Carvalho e Luis Girard.

A Produção Musical e os arranjos do show são do trombonista Manassés Malcher que também completa o trio de metais ao lado do saxofonista Felipe Ricardo e do trompetista Dom Edy. A banda é igualmente formada pelo baixo de Taylan Pereira, do cavaco e violão de Diego Xavier, além das percussões de Nazaco Gomes e Marcio Jardim. O roteiro do show combina alguns dos maiores sucessos dos artistas homenageados, recolocando-os como as maiores sentinelas defensoras e representantes do Norte na música popular brasileira em seus tempos, bem como a diversidade sonora que ousaram fazer o Brasil conhecer.

Diante de tamanha importância para a música popular regional e brasileira, embora um tanto quanto esquecidos pelas gerações atuais, a obra de Ary Lobo e Vavá da Matinha sobrevive e aí está para ser recolocada. Allan Carvalho, um dos artistas mais promissores da música regional, é admirador e pesquisa há décadas a vida e obra de Ary Lobo, além de reconhecê-lo como um de seus elos inspiradores mais preciosos. Por sua vez, a obra de Vavá vem sendo revigorada no projeto ‘Gafieira do Vavá - no tempo de Osvaldo Oliveira’, um tributo bem sucedido do cantor e compositor Luis Girard, igualmente uma das maiores expressões performáticas da música paraense.

Assim, esta nova iniciativa revela o compromisso dos artistas envolvidos em resgatar a história deste pioneirismo na música regional, além expor a importância do protagonismo dos artistas em questão na construção da identidade da música popular brasileira, restituindo-lhes o status de sentinelas da diversidade musical do Norte.

Desde a sua estreia memorável em março, na II Feira Livre de Arte e Cultura, o show que lotou a Praça do Artista do CENTUR e voltou ao palco do espaço Cultural APOENA e teve a sua primeira apresentação na Casa do Gilson a seguir. Sentinelas do Norte tem sido um dos shows mais comentados e esperados no momento.

Foto: divulgação
* com informações da assessoria